31 de agosto de 2017

Prisão do desembargador Francisco Barros causou surpresa aos meios jurídicos do RN

A prisão nesta quarta-feira (30), em Natal, do desembargador aposentado Francisco Barros Dias, que atuou no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife, causou surpresa nos meios jurídicos do Rio Grande do Norte.
A Polícia Federal cumpriu dois mandatos de prisão abertos contra ele, por meio da Operação Alcmeon, deflagrada no início da manhã. A ação, em conjunto com o Ministério Público Federal, visa desarticular um grupo que explorava a compra e venda de votos e sentenças junto a uma turma do TRF.
Ele teria oferecido vantagens a possíveis clientes, com o conhecimento que tinha no TRF. Os procuradores não sabem informar quantas pessoas teriam se beneficiado do esquema.
O desembargador está detido no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, no bairro Tirol, Zona Leste de Natal.
Por meio de nota, a presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) informa que "não tem conhecimento de qualquer irregularidade praticada no seu âmbito, ressaltando que o Dr. Barros sempre usufruiu de elevado conceito no meio jurídico brasileiro, tanto por sua seriedade quanto pela celeridade da prestação jurisdicional".
O desembargador aposentado Francisco Barros gozava de amplo conceito nos meios jurídicos não só do RN mais de todo o Brasil. Era sempre convidado a fazer palestras em para operadores do Direito em várias capitais do país.